sábado, 3 de maio de 2014

Os Quilos Chegaram

   Olá caros leitores do Faz Parte de Mim, hoje resolvi fazer um post em defesa dos gordinhos(as), primeiro vamos começar pelo motivo que me levou a fazer isto, ultimamente, precisamente em maio de 2013 resolvi mudar completamente meus hábitos de vida, meus costumes e vícios por motivos particulares, parei de beber, coisa que fazia desde meus 16,17 anos e de fumar, fui fumante por 6 anos. Por ter deixado os maus vícios logo voltei a ficar mais caseiro, diminuí drasticamente as minhas saídas para as noitadas,voltei a ter uma alimentação mais constante, fui contemplado com alguns quilinhos que veio a somar no meu corpo. rsrsrs

                                                                   Este Sou Eu Agora:


Frente

Perfil

    Pois então, como vocês podem ver, os sinais de todas essas mudanças apareceram, porém, o fato que mais me incomoda são as atitudes mal educadas de algumas pessoas que são vítimas dos padrões de beleza determinados pela indústria da moda, que enxergam na magreza o único estilo a ser seguido e excluem todos aqueles que não são  dos seus "mundinhos", a pessoa não gostar de engordar ou não gostar de gordos é uma coisa, mas, uma pessoa chegar em outra acima do peso, e falar: Nossa Maria como você engordou! Nossa Alex você está parecendo uma baleia! Nossa João... e tantas outras observações desnecessárias é um defeito monstruoso para com outro ser humano, pior ainda é quando passam a mão na barriga da gente, como se a gente estivesse gestando a gordurinha que ali está, parece que somos as últimas pessoas do planeta que sabemos que realmente estamos ganhando peso.

Imagino eu, que na casa de todas as pessoas existem objetos parecidos com esses:


Isto mesmo gente, espelhos!

   Logo, não precisam mais falar que estamos engordando, ou que estamos gordos(as), pois, o aumento de peso, não nos impossibilitam de ver um espelho e sabermos o que está acontecendo com os nossos corpos, muito menos passem as mãos em nossas barrigas, os nossos corpos não são extensões dos seus, para ousarem a ter essa proximidade toda. Eu particularmente, estou feliz do jeito que estou, consigo ser feliz assim, e quando bem entender procurarei maneiras de perder esses quilinhos, caso não consiga e daí? Não sou obrigado a agradar ninguém, cuidem de suas vidas, que cuidarei da minha. Se uns tem a barriga grande, como eu, outros tem a língua grande, como aqueles(as) fulanos(as) desorientados(as), nojentos(as) e desocupados(as) que geralmente é beeeem pior, já que eles(as) não dão conta de cuidar de suas próprias vidinhas mais ou menos, procurem pelo menos um serviço ou algo que faça com que se esqueçam de olhar para a gente, não será esses comentários maldosos que acabarão com a minha alto estima que é alta demais para ser ferida.

Por isto, entrego para essas pessoas o troféu língua grande: 


Caso tenham esse tipo de defeito:


   Para concluir, pessoas acima do peso podem sim ser felizes e ter uma vida normal como qualquer outra pessoa, podem ser vários os fatores que levam as pessoas a engordarem, não é correto sair julgando ou criticando as pessoas por elas serem isto ou aquilo. Que sejamos felizes como realmente somos ou estamos. \o/



;)





 


Um comentário:

  1. Perfect colega, passamos por isso SEMPRE, mas o nosso amor próprio é maior que essas palavras desagradavéis....tenho pra mim que pessoas que tentam nós colocar pra baixo, tem uma baixissima auto estima, e por isso querem nos ver como eles....Alegria dos gordinhos....Bjs Marcela, sua colega gordinha....esse post até merecia uma foto minha tbm....rsrsrsrs

    ResponderExcluir