quarta-feira, 25 de abril de 2012

Podemos Fazer Mais

   Tem fases na vida pelas quais passamos, que muitas vezes perguntamos a nós mesmos se realmente somos úteis em alguma coisa. Não é aquela questão do menosprezo não, é apenas uma curiosidade por saber se colaboramos de uma forma positiva para algum acontecimento ou para qualquer pessoa que seja. É achar que fazemos pouco, e poderíamos fazer mais para o mundo. Tem tantas pessoas necessitando de coisas simples como uma palavra amiga, um minuto de atenção bem prestado, um ombro de apoio para salvá-las de suas tristezas, ou pelo menos para aliviá-las. Eu posso fazer mais!
   Acho que é normal sentir-se deslocado, meio perdido, pensando talvez estar no lugar errado e na hora errada. Mas ai me pergunto: Por onde começar? São tantas perguntas no ar, tantas dúvidas. Não é que queira me transformar na madre Tereza de Calcutá. Não é isso! Apenas tenho esse desejo como forma de ajudar a mim mesmo, não tem coisa melhor, sentimento mais gratificante do que aquele que você carrega quando descobre que ajudou alguém através de um simples gesto, ficamos sem palavras e estampamos em nossas faces um belo sorriso de ponta a ponta.
    É como se fossemos parte de um quebra-cabeças montado, e ali naquele conjunto de peças, você quando encaixado na parte certa tivesse cumprido o seu objetivo, ou como se você fosse aquela formiguinha que carrega a sua folhinha e blá blá blá blá blá blá aquelas coisinhas que cansamos de ouvir,(Rsrsrsrrsrs). Mas o fato é que o mundo é tão grande, são milhões e milhões de pessoas espalhadas por ele, e geralmente nos restringimos a pouco, somos meio que limitados, individualistas e quase que não pensamos no bem comum como prioridade. Eu particularmente assumo a minha condição. Penso ser alguma coisa, mas, não tudo. Então gente, vamos olhar para dentro e enxergar que podemos ir além, não duvidemos de nossas capacidades. Eu posso, tu podes, juntos podemos!

5 comentários:

  1. Interessante o que vc escreveu. As veze me sinto assim tb.
    Sou sua nova seguidora, adoraria tê-lo como seguidor tb!
    http://fashionmaniacbrazil.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. O desejar, o gostar, o apaixonar e o amar, são plantinhas simples, nascem em qualquer coração e ao mesmo tempo elas são delicadas, dóceis e frágeis, e morrem com a mesma rapidez que nascem, por isso cuide do vaso em que plantou o amor para que este possa se fortalecer e se transformar em um sentimento+ inabalável.

    Eu não poderia deixar de passar por aqui, para desejar com todo meu carinho, que você tenha um ótimo dia.
    Bom Dia! Cigana Raicha

    ResponderExcluir
  3. segue de volta? to esperando! http://cinemaniacojean.blogspot.com :)

    ResponderExcluir
  4. seguindo o seu blog,segue o meu ?
    depois te sigo com outras contas tah
    www.pointdosorteio.blogspot.com

    ResponderExcluir